domingo, 31 de julho de 2016

Julho

fogo! já mais de metade do ano! e o que mudou? andamos a aproveitar?

Julho chegou com calor, e este calor manteve-se. tanto que é difícil adormecer com ele. Mas não é uma coisa má. Em Julho em dei muitos passeios ao fim de jantar porque as noites convidavam a sair de casa. 
Em Julho em aproveitei muito o sol. Fui à praia com as pessoas que mais gosto e com aqueles que me sinto realmente eu própria. 
Depois de seis meses a trabalhar, tive férias e souberam-me tão bem! 
Foi em Julho que vi o meu país a sagrar-se campeão da Europa e a conquistar tantos outros prémios. 
Foi também neste mês que tomei algumas decisões importantes a nível de vida pessoal. Senti-me muitas vezes perdida, e a fraquejar, mas felizmente há pessoas que nos encontram e nos mostram o rumo a seguir. 
Em Julho em voltei ao trabalho (o que me custou imenso) e apesar das noticias não terem sido as melhores, fui recebida com um carinho enorme por parte dos companheiros de equipa! 
Em Julho em fiz a minha primeira aula de zumba e a-d-o-r-e-i. 


Julho trouxe-me muitos dias bons, e muitos dias preenchidos! Muitas noitadas com os amigos, e muitos jogos de cartas! Trouxe-me surpresas boas que eu gosto de acreditar que é o destino a falar. 


sigam no facebook 

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Pós Férias

Enquanto para a maioria das pessoas as férias estão quase a começar, as minhas estão a terminar!
E parece-me que vem um mês muito complicado pela frente! A parte positiva é que todas as folgas e finais de tarde vão ser aproveitados!

sexta-feira, 22 de julho de 2016

De coração

 A vida está sempre a dar voltas, é verdade. E quando entrei para o sítio onde trabalho agora não imaginava que me ia afeiçoar a alguém como estou neste momento. E percebi isso quando recebo a noticia que uma das pessoas que me dou melhor se vai embora. Fiquei com o coração apertadinho!
Sei que é o melhor para ele, mas custa deixar assim alguém que nos ensinou tanto!
Most popular tags for this image include: girl, city, dress and night

quinta-feira, 21 de julho de 2016

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Chama-se crescer

Quando a tua vida já não é só escola dás muita mais importância às (poucas) férias que tens! 

domingo, 17 de julho de 2016

Portugal!

Parece que este é o nosso ano! 


Parabéns Portugal!!

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Olá facebook! :)

E já estava a pedir uma mudança! Hoje, o blog ganha uma nova rede social! Visitem aqui 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Universidade



Depois das notas dos exames finais terem saído, segue-se a pergunta: escolher com o coração ou com a razão? 

terça-feira, 12 de julho de 2016

Pequenas pessoas

Sei que não é muito comum (pela menos da minha parte) mas hoje deixo-vos aqui um blog de uma pessoa que admiro e que gosto muito. 
Ainda esta no inicio, é verdade, mas sente-se toda a motivação para continuar!   visitem aqui 

segunda-feira, 11 de julho de 2016

1 de 11 milhões!

Portugal acordou feliz! 
Meu Deus, ainda não tenho palavras como é que isto aconteceu. Se quando estávamos na final eu já não aguentava tanta emoção então agora não tenho palavras!
Doze anos depois conseguimos aquilo que sempre merecemos conseguir!
Depois de tudo aquilo que disseram sobre nós e sobre a nossa forma de jogar isto tem outro sabor.
E tinha de ser assim. Todas aquelas defesas do Patrício, aquele poste, aquela borboleta com símbolo de mudança! Tinha de acontecer!
Isto só prova que quando nós queremos, nós conseguimos. Não somos só aquele país pequenino, ou nojento. Somos gigantes, e se acreditarmos em nós conseguimos tudo! Eu acredito em nós!

Agora já não falta cumprir-se Portugal. Já está feito. Já podes descansar, Pessoa. 








Parabéns gigantes! 

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Faz algo diferente todos os dias

Há melhor do que sair do trabalho e ir jantar à praia, só porque sim? 




sexta-feira, 1 de julho de 2016

O tempo cura

Acabou aquele ano que seria o meu "ano de pausa" . E se eu imaginava que ia ser assim? Longe disso.
Não gosto de Setembro, quem me conhece sabe isso. E se já não gosto de Setembro quando falamos do Setembro de 2015 falamos do meu pior mês, de sempre. Ver todos os que são meus a viverem uma realidade diferente e eu fora dessa realidade custou. Chorei várias vezes, mas nunca me arrependi. Eu sabia que era o melhor para mim.

O tempo foi passando, fui começando novos projetos na minha vida. Comecei a conhecer gente nova, comecei a dar explicações, e as coisas foram acontecendo pouco a pouco. Não vou dizer que foi fácil, estaria a mentir. Foi das piores fases que já passei. Não só a nível pessoal, não só a nível de saúde mas também em relação ao meu namoro.

Quando leio o blog do início do ano lectivo sinto que tudo aquilo que sofri foi intenso e verdadeiro.

E de repente, o ano lectivo acaba. Quando dei por mim já estava em Maio e estava a estudar para os exames nacionais. Estava a estudar com a mesma convicção e a mesma vontade de vencer que tinha quando frequentei o meu 12º ano. E percebi que não fui a única a ficar um ano para trás. Há tanta gente que ficou por tantos outros motivos. 


Quando fazemos um ano de pausa percebemos que há vida para além da escola. E percebemos que há tanta coisa que podemos fazer por nós e pelos outros que nós não sabíamos. Entrar para a empresa onde trabalho agora, foi das melhores coisas que me aconteceu este ano. Por várias razões. E tudo o que vivi durante este ano foi tão intenso que eu estou realmente feliz por ter tomado esta decisão.
Se alguém um dia me perguntar se aconselho eu direi com todas as certezas que é o melhor que podem fazer se não tiverem certezas do que querem fazer da vida. Porque eu não perdi um ano da minha vida. Eu ganhei. E todas as coisas que ganhei este ano (para além do dinheiro) fizeram-me mesmo feliz!

Junho

Junho chegou e com ele chegou a pressão para todos os estudantes e principalmente todos os estudantes que iriam fazer exames! Não fui excepção. Depois de um ano parada, senti aquela pressão, aquela ansiedade e aquela vontade de fazer melhor em relação a exames nacionais. E apliquei-me. Não sei os resultados finais, mas tenho a consciência tranquila. Dei o meu melhor.

Junho é também o mês de despedidas. E eu tive bastantes este ano. E senti aquela nostalgia, e a vontade de não querer que acabasse. Mas tudo é limitado, e as coisas acabam para poderem começar outras.

Fiz praia. E fui ao rio. Dei os primeiros mergulhos do ano.
Fui a três concertos, em três dias seguidos (o que foi esgotante) mas que foi maravilhoso. Vi os ÁTOA- que toda a gente sabe que tenho muito orgulho neles- , vi o David Carreira, e o Diogo Piçarra. E foi incrível.

Vi e sofri com Portugal. Vi Portugal a chegar às meias-finas com empates!
No final do mês, cumpri a tradição e festejei o S.João na minha cidade. E para não variar, foi uma noite épica.